CEFET-MG

27/03/2018 | Início das atividades – Dra. Karina Meirelles Fonseca

Terça-feira, 27 de março de 2018

Tomou posse na Unidade Leopoldina, nessa segunda-feira, dia 26/03/2018, a médica Karina Meirelles Fonseca. Neste primeiro momento o horário de atendimento será de 07 as 11h, todos os dias. Num futuro próximo o atendimento será ampliado para o período da tarde. O horário de atendimento do médico Ônio Fialho Miranda, é de 11h as 13h.

O Serviço Médico e de Enfermagem do CEFET-MG – SMOdE está estruturado para atender à demanda de perícias em saúde e ações de prevenção e promoção à saúde dos servidores e dos alunos uma vez que é direito previsto em lei.

Todo aluno que procurar o SMOdE, independente de sua demanda, será prontamente acolhido e orientado por um profissional da saúde, especialmente por técnicos e auxiliares de enfermagem. Portanto ressaltamos que:

  • é importante que os pais não encaminhem seus filhos à escola caso já se apresentem com algum sintoma de doença em casa;
  • em caso de ocorrências no trajeto para a escola, orientá-lo ou encaminhá-lo para o serviço de urgência clínica mais próxima, utilizando-se da rede pública ou plano de saúde, se houver;
  • nos casos em que o sintoma apresentado no ambiente escolar permita, o aluno aguardará a presença do seu responsável no SMOdE para que esse familiar ou amigo adulto o conduza ao domicílio ou à unidade de urgência para o atendimento necessário;
  • nos casos urgentes, cuja gravidade ultrapasse a capacidade de resolução do SMOdE, o aluno receberá os primeiros cuidados e será orientado e/ou encaminhado para prosseguir atendimento nas unidades de saúde referendadas pela rede pública ou plano de saúde, se houver;
  • no caso de emergência, o SAMU será acionado e o aluno será acompanhado por um profissional do SMOdE e ficará aguardando a presença de um responsável que deverá comparecer o mais rápido possível.

A Equipe de Enfermagem (Andréa Gomes Leonardo) atua com:

  • acolhimento e triagem;
  • aplicação de medicamento mediante apresentação de receita médica ou odontológica;
  • curativos e primeiros cuidados nos acidentes de baixa complexidade;
  • campanhas de vacinação em parceria com o SUS ou promovida pelo próprio CEFET (alunos menores de 18 anos devem portar autorização dos responsáveis para ser atendido);
  • campanhas sócio educativas (contra tabagismo, contra o uso indevido de drogas lícitas e ilícitas, prevenção de doenças e outras).

O atendimento pela equipe médica aos alunos, após a triagem será feito nas seguintes situações:

  • perícia médica agendada mediante a apresentação de atestados;
  • pequenas urgências clínicas (febre, dores de cabeça, dores abdominais) cujo sintoma se dê após a chegada do aluno ao CEFET;
  • acidentes como ferimentos, traumas articulares, queimaduras, picadas de insetos ou outros ocorridos durante a permanência do aluno na escola;
  • situações de ordem médica já acompanhada e/ou tratada por outros profissionais da saúde e que apresentem piora súbita ou intercorrências durante a permanência do aluno na escola. Nesses casos, o aluno deverá sempre portar um relatório médico, receita ou outro documento que comprove a situação com o objetivo de orientar o profissional que irá atendê-lo no SMOdE.